Elias Junior - O Número 1 das Notícias

Vandalismo trafico de drogas pichações e perturbação do sossego alheio em Fordlândia

Nas ultimas semanas patrimônio sendo pinchado por vagabundos

Elias Junior

Nas ultimas semanas a onda de pichações no patrimonio publico tem causado revolta na maior parte da população que mora naquele distrito, alguns ainda acham bonito e apoiam a ação desses bandidos que estão acabando com as belezas do patrimonio publico. Varios predios como a Caixa de Agua que é o simbolo maior do distrito e que foi deixada pelos Americanos, o clube de mães, paredes de escolas e até um predio que está sendo construido pela prefeitura para abrir um destacamento da Policia Militar foi alvo dos vagabundos, a UBS (unidade de saude basica) que recentemente foi inaugurada e entregue para a população tambem foi alvo dos malandros.

A policia já foi informada e já está no caso mais até agora ninguem foi preso e os pilantras com muita audacia continuam pichando o patrimonio. Além desses crimes a perturbação do ssossego alheio, roubo de motos, e trafico de drogas tambem são praticados, a policia investiga os crimes e promete dar uma resposta para a sociedade. Na ultima terça feira o reporter e editor deste canal de comunicação foi tentar defender um vigia que estava sendo agredido com palavras de baixo calão e prestes a sofrer violencia fizica mais foi agredido tambem no rosto causando ematomas graves no profissional que já foi alvo de agressoes em outras ocasiões tambem no distrito.

As primeiras investigações dão conta de que as pichações podem estar ligadas a oposicionistas do atual prefeito do municipio que está sofrendo tambem com difamações e acusações diversas pelo fato de que o salario de servidores está em atraso. Um dos advogados do Jornalista que foi vitima de agressão já entrou no MP com um pedido de proteção policial ao profissional e tambem para a liberação de um porte de armas haja vista que ele atua na area policial e já foi vitima inumeras veses por parte de bandidos.

Fonte

Grupo EJN
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Vandalismo trafico de drogas pichações e perturbação do sossego alheio em Fordlândia

Grupo EJN

Nas ultimas semanas a onda de pichações no patrimonio publico tem causado revolta na maior parte da população que mora naquele distrito, alguns ainda acham bonito e apoiam a ação desses bandidos que estão acabando com as belezas do patrimonio publico. Varios predios como a Caixa de Agua que é o simbolo maior do distrito e que foi deixada pelos Americanos, o clube de mães, paredes de escolas e até um predio que está sendo construido pela prefeitura para abrir um destacamento da Policia Militar foi alvo dos vagabundos, a UBS (unidade de saude basica) que recentemente foi inaugurada e entregue para a população tambem foi alvo dos malandros.

A policia já foi informada e já está no caso mais até agora ninguem foi preso e os pilantras com muita audacia continuam pichando o patrimonio. Além desses crimes a perturbação do ssossego alheio, roubo de motos, e trafico de drogas tambem são praticados, a policia investiga os crimes e promete dar uma resposta para a sociedade. Na ultima terça feira o reporter e editor deste canal de comunicação foi tentar defender um vigia que estava sendo agredido com palavras de baixo calão e prestes a sofrer violencia fizica mais foi agredido tambem no rosto causando ematomas graves no profissional que já foi alvo de agressoes em outras ocasiões tambem no distrito.

As primeiras investigações dão conta de que as pichações podem estar ligadas a oposicionistas do atual prefeito do municipio que está sofrendo tambem com difamações e acusações diversas pelo fato de que o salario de servidores está em atraso. Um dos advogados do Jornalista que foi vitima de agressão já entrou no MP com um pedido de proteção policial ao profissional e tambem para a liberação de um porte de armas haja vista que ele atua na area policial e já foi vitima inumeras veses por parte de bandidos.

Publicidade